Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cat sitting Ana Castanheira

Serviço humanizado na guarda de gatos Tlm: + 351 917055346 - anapmcastanheira@gmail.com - Carcavelos, Cascais, Portugal Também em ajudanahora.com/cat-sitting

Cat sitting Ana Castanheira

Serviço humanizado na guarda de gatos Tlm: + 351 917055346 - anapmcastanheira@gmail.com - Carcavelos, Cascais, Portugal Também em ajudanahora.com/cat-sitting

Os gatos também sonham

Sim, cientificamente comprovado, os gatos sonham durante o seu sono, mas quando estão acordados também!

 

Sonham em viver tranquilos tendo comida e areia limpa para as suas necessidades, sonham ser bem tratados e em ter um lar seguro, sonham ter outros amigos gatos e de outras espécies, sonham com brincadeiras e afeto humano, sonham ter um dono que os ame incondicionalmente para a sua vida inteira e quando os sonhos se cumprem assistimos ao mais elevado potencial que existe num animal sensível como é o gato e ele retribui de volta com marradinhas, pedindo festas e companhia para brincar, sentando-se, deitando-se e dormindo ao pé dos seus cuidadores.  O gato é capaz de sentir a energia vital do ser humano seu cuidador e deitar-se a ronronar junto ao seu dono contribuindo para momentos de relaxamento e bem-estar.

 

Todos os gatos têm uma história de vida, construída pelas imagens que guardaram nas suas memórias sobre as experiências que viveram. Nos animais de rua ou abandonados essas memórias são menos agradáveis e conduzem a um processo de afastamento em relação à pessoa que o maltratou, generalizando o processo a todos os humanos consoante o grau de sofrimento que tiver registado. Se pensarmos bem são muito parecidos com as pessoas.

 

facebook.jpg

 

Eu acredito que é possível ajudar os muitos milhares de gatos abandonados ou sem família a sonhar de novo.

Eu acredito que é possível ajudar as associações a suprir as suas necessidades de encontrar donos responsáveis para os animais resgatados.

Eu sei que existem muitas pessoas cujo sonho é justamente poder cuidar de um gato como seu animal de estimação, mas que pensam por alguma razão isso não é possível.

Eu acredito que é possível ajudar a manter o sonho de muitos donos quando chegam as dificuldades económicas.

 

Temos Sonhadores gatos e humanos.

Temos em comum o sonho e a realidade.

 

Os gatos também sonham assume a missão de fazer as pontes, desfazer os mitos e criar novos laços de amizade entre gatos e seres humanos.

Aqui fica o sonho da muito meiga e querida gata Maia O sonho da Maia

 

Se pode ajudar a Maia a realizar o seu sonho ou se está interessado/a em saber mais, entre em contacto com Vanda (Associação Pé Ante Pata) 963 582 033 ou comigo (Ana) através do email:  osgatostambemsonham@gmail.com, 917 055 346.

Também sonha com gatos, escreva-nos a contar o seu sonho para o email: osgatostambemsonham@gmail.com

 

Os gatos também sonham é uma ideia criada pelo serviço de Cat Sitting de Ana Castanheira.

Cat sitting: How does it work?

Going on vacation or have to be away for a few days?

Will you have repairments at your place?

You need someone to take care of your cat ?

 

Ask for a quote to your measure, indicate how many cats do you have, how many days do you need and what mode you choose (at your home or in my place). Please call me + 351 917 055 346 every day from 9:30 am to 9:00 pm or send me an email to anapmcastanheira@gmail.com.

 

Here is my Cat sitting service, step by step:

 

1. Initial meeting:

Please contact me to schedule a free initial meeting at my place or in the house where the cat / the cat inhabits. It will take 45 minutes / 1 hour approximately.

The main aims of this first moment is for the owner: 1- to feel confortable with my house visit during the absent days; 2- To get to know me better 3-To share all the important aspects of the habits and your pet's health.  This procedure will allow me to develop a quality work during the owner absence and also answer any questions the owner may have about my work and service. Thus gives the animal the opportunity to get pre-acquainted with the cat sitter and my home space.

 

2.Admission conditions:

In the case of the animal is on any medication, the owner must bring the original prescription from the Veterinary.

Any recent illness or chronic disease of the animal should be communicated previously to the entry.

The animal must carry vaccination record to date.

At my place I don't have any other animals and I only have cat(s) of the same owner at a time.

 

3. Provided services

• I give water and food (supplied by the owner / guardian) *
• I Clean and mantain the litter box (sand is provided by the owner /guardian) *
• I make company to the animal
• I play with your pet(s) using their favorite toys
• I keep the house clean and tidy in case of any incident that the cat(s) may have originated
• I give daily feedback with photographs and videos by email or sms.
• I take the cat to the vet in case of a health emergency

Get to know the experience of some previous clients with me:

 

* If needed I can provide food and sand and all that's needed for the cat(s) stay.


4. Prices:
• Free initial visit.
• Amount per night at my place: Cat sitting: € 8.5 / cat. Weekend - 3 nights: 25 €. A week - 7 nights: 60 €
• Business Value at your home: 1 hour / up to 2 cats: 8 €. Weekend - 3 days: 24 €. One week - seven days: 50 €.
• No transport fees added for Carcavelos, Parede, São Domingos de Rana, Oeiras and Paço d' Arcos.
• For the remaining locations of Cascais, Oeiras and Sintra Municipalities, on a 12 km range from Carcavelos, the value is 5 € / visit (round trip). Longer distances can be calculated accordingly to 0,30€/ km.
Ask for a quote to your measure, indicate how many cats do you have, how many days do you need and what mode do you choose (at your home -location or my place). Please call me +351 917 055 346 every day from 9.30 am to 9:00 pm or send me an email to anapmcastanheira@gmail.com.

The regular clients have discounts.

 

5. References
References are given by those who have already enjoyed the services. See the Testimonials section.

 

6 - Reservations
Reservations are made by phone or email through filling in the Pet Record, presentation of the cat documentation and the ID presentation of the owner. Reservations must be made one week in advance or before, so it can be guaranteed the availability of my place. Or three days before if the service is provided at the cat's home.
Confidentially is kept on the cat's origin and all data collected related to the cat owners / guardians.

I am at your disposal to answer any questions you may have regarding the Cat sitting service.

Get to know me better

Get the latest news and articles about the behavior of domestic cats here. (in portuguese at the moment)

Grateful for your attention.

 

Contact: Cat sitting - Cascais, Oeiras e Sintra

Ana Castanheira - + 351 917 055 346 - anapmcastanheira@gmail.com

Get to know the cat sitter

 

 

Tomar conta do/a seu/sua gato/a

Como funciona?

 

Reunião inicial- Entre em contacto para agendar uma reunião inicial gratuita no meu espaço ou na casa onde o gato/a gata habita. Duração de 45 minutos/ 1 hora aproximadamente.

O objetivo principal deste primeiro momento é que o dono/a se sinta confortável com a minha ida a sua casa na sua ausência, conhecendo-me melhor e serve também para que possa conhecer todos os aspetos importantes dos hábitos e da saúde do seu animal de estimação que me permitam desenvolver um trabalho de qualidade durante a sua ausência e ainda responder a qualquer questão que tenha sobre o meu trabalho e serviços. Assim dá-se ao animal a oportunidade de se familiarizar previamente com a cuidadora e com o espaço.

 

Condições de admissão

No caso de o animal fazer alguma medicação, o dono deve trazer uma prescrição do Médico Veterinário Assistente.

Qualquer doença recente ou doença crónica de que o animal seja portador deve ser comunicada obrigatoriamente na data de entrada.

O animal deve ser portador de boletim de vacinas em dia.

De cada vez só recebo gatos do mesmo dono e não existem outros animais no espaço.

 

3º- O que faço?

  • Dou alimentação e água ( a alimentação é fornecida pelo dono/dona)
  • Limpo /substituo a areia ( a areia é dada pelo dono/ dona)
  • Faço companhia ao animal
  • Brinco com ele/a usando os seus brinquedos favoritos
  • Mantenho a casa limpa e arrumada em caso de qualquer incidente que o seu/sua gato(a) tenha originado
  • Dou feedback diário com registo fotográfico e video. 
  • Vou ao veterinário em caso de emergência

 

4º -Preçãrio:

Visita inicial gratuita.

Valor por noite no meu espaço de Cat sitting: 8,5€/ gato. Fim de semana - 3 noites: 25€. Uma semana - 7 noites: 60€

Valor de visita em sua casa: 1 hora/ até 2 gatos: 8 €. Fim-de-semana - 3 dias: 24€. Uma semana - 7 dias: 50€.

Deslocações gratuitas incluídas no valor nas freguesias de Carcavelos e Parede, São Domingos de Rana, Oeiras e Paço D'Arcos.

Para as restantes freguesias dos concelhos de Cascais e Oeiras, num raio de 12 km a partir de Carcavelos o valor é de 5€/deslocação.

Peça um orçamento à sua medida, indique-nos quantos gatos têm, quantos dias precisa e qual a modalidade que escolhe ( em sua casa ou no meu espaço). Ligue para o 917055346 todos os dias das 9h30 às 21 h ou envie um email para anapmcastanheira@gmail.com.

Descontos para clientes habituais.

 

5º - Referências

São dadas referências por quem já usufruiu dos serviços. Veja a secção Testemunhos.

 

6º- Reservas e pagamentos

As reservas são efetuadas por telefone ou por email através do preenchimento da ficha do animal que envio e com a apresentação da documentação do dono e do animal. Devem ser feitas com uma semana de antecedência preferencialmente para que possa ser garantida a disponibilidade do espaço.

É mantida total confidencialidade sobre a origem do gato e todos os dados recolhidos sobre os donos dos gatos.

 

O ano a acabar e há mais gatinhos para cuidar

Vagas em Dezembro e novidades.

Se nas próximas férias de Natal e Ano Novo prefere deixar o seu gato em ambiente tranquilo, eu cuido do seu animal de estimação com as suas indicações no meu espaço ou em sua casa. 

decoration-327646_1280.jpg

Gosto muito de gatos e tenho experiência em cuidar deles. Para além dos cuidados básicos de alimentação e higiene, faço-lhes companhia e brinco com eles, dou-lhes atenção, ajudo-os em questões de comportamento e de adaptação e levo-os ao veterinário em caso de emergência.

De cada vez recebo apenas os gatos pertencentes ao mesmo dono e não tenho outros animais no espaço em Carcavelos.

Primeiro contacto por telefone ou email referindo o que precisa, o número de gatos e por quantos dias. Contacte-me 917 055 346 ou anapmcastanheira@gmail.com!. O preço indicado é de 8€ para um gato por um dia. O valor final é negociável consoante o número de dias e de gatos.

Até dia 13 de Dezembro tenho 2 gatinhos comigo, mas estou disponível para ir a casa tomar conta do seu gato e claro receber mais gatinhos daí em diante.

Para que possa ser um valor justo pelo meu trabalho e acessível para quem o procura, trabalho nas regiões de Cascais, Oeiras e Sintra num raio de 12 km sensivelmente.

Estou inscrita na rede da Zaask, com o selo de profissional avaliado. ;-)

É um gosto poder ajudar os donos a viajarem e ausentarem-se descansados, e desfrutar da companhia única de cada gatinho que cuido.

Algumas imagens e videos de serviços de cat sitting deste ano estão em:

 

Grata em poder ajudar. 

 

Família de acolhimento permanente procura-se.

Desde o início de Novembro que escolhi ajudar a Associação Pé Ante Pata, tornando-me família de acolhimento de 3 gatas resgatadas duma casa no concelho de Oeiras, onde viviam 10 gatos e um casal de meia-idade que deixou de ter dinheiro para pagar a casa.

 

Pessoas idosas isoladas e solitárias que entram em processo de demência, o flagelo do desemprego e crise económica que continua a desalojar pessoas são razões entre outras para muitos animais de estimação perderem as suas famílias e os seus lares.

 

Acompanho de perto todo o incansável esforço desta Associação que faz das tripas coração para avaliar o estado de saúde destes animais, desparasitar, esterilizar as que precisavam, medicar, alimentar, dar-lhes areia e tudo o que necessitam para fazê-las recuperar da fome e da falta de cuidados de que foram vítimas.

 

O meu papel é o de ser família de acolhimento temporária: garantir o bem-estar delas, dar-lhes atenção, observar os seus comportamentos e ajudá-las a socializar entre si e com outros seres humanos.

 

Maia.jpgMaia

Ao fim de três semanas, as meninas Molly, a brincalhona, 5/6 anos (tricolor), Maia, a ativa, 3 anos (preta) e Maria, a meiga companheira, 8 anos (tigrada), ganharam peso e recuperam os miminhos depois de muito tempo de escassez. Brilha-lhes o pelo e a tranquilidade instalou-se na vida destes animais.

 

Com elas aprendi mais sobre esta espécie animal que tanto admiro e a estreitar os laços com a personalidade única de cada uma delas. Com elas aprendi mais profundamente sobre o significado de cuidar e sou-lhes imensamente grata por isso mesmo.

 

A Maria já tem um dono e eu ficaria muito feliz se as conseguisse ajudar a todas a ter um(a) dono(a) muito responsável, porque elas merecem, porque todos os animais merecem ser bem tratados, ter uma família de acolhimento permanente e vitalícia.

 

A Maia e a Molly já estão esterilizadas e desparasitadas. Saibam mais em:

 

Adotar Maia:

http://www.adopta-me.org/animal.php?sid=4b3b68433f724f&animal_type_id=1

Adotar Molly:

http://www.adopta-me.org/animal.php?sid=6822355a272e6d&animal_type_id=1&breed_id=1&gender=0&fur_color=13

 

Molly.jpgMolly

Cat sitting para mim é também poder ser família de acolhimento temporário e ajudar gatinhas resgatadas a encontrarem famílias permanentes de adoção.

 

Bem hajam.

 

Ana Castanheira ( cat sitter)

 

https://ajudanahora.com/cat-sitting

Maria Gata- um cat sitting muito especial

maria deixa-se ver.jpg

 

Entre o ritmo acelerado, o barulho de fundo, a imensidão de coisas nas quais dispersamos a nossa atenção, existem mundos e mundos que nos passam completamente ao lado.

 

 

Em meados de Setembro, foi-me pedido que tomasse conta de uma gata com cerca de 6 anos que viveu cerca de 4 anos na rua. A Maria é uma gata tigrada muito bonita que se desabitou do contacto humano, não confia, não se aproxima, vive distante, comendo às escondidas e escondendo-se em sítios inacessíveis. Corta o coração lidar com um gato que não mia, que não interage connosco. Corta o coração ter de ir procurá-la em casa para ver se ela está bem. Corta o coração observar este bichinho em stress apesar de todos os nossos esforços de falar meigamente com ela, tentar que se entusiasme e distraia com brinquedos discretos, de dar-lhe bombons para gato e latas gourmet para tentar estreitar os laços, e obter pouquíssimos resultados. Passados quinze dias connosco começou a dar o ar da sua graça deixando-se ver ocasionalmente em cima do sofá, olhando para nós desconfiada e escondendo-se se nos aproximávamos dela. Será possível um dia esta gatinha deixar que alguém lhe faça uma festa? Será que o tempo irá curar parcialmente as suas memórias emocionais? Será possível um dia ela deixar-se convencer e acreditar que pode confiar de novo nos seres humanos?

 

maria come à sucapa.jpg

 

Por ti Maria, e por todos os gatinhos que habitam as ruas, aqui partilho o cenário desconhecido de muitos de nós.

De todos os gestos que impactam as vidas do próximo, hoje em dia por esse Portugal fora, e principalmente nos grandes meios urbanos,é comum encontrar mais e mais animais abandonados, e associações e grupos de pessoas em prol dos animais, que nascem como cogumelos para se dedicarem a tirá-los da rua, a avaliarem o seu estado de saúde, a cuidarem deles vacinando-os e esterilizando-os para que possam ter de novo um lar com donos que os amem como um membro da família, para que aconteça o que acontecer não voltem a viver sem abrigo, sem protecção, sem alimento, sem carinho e atenção.

Desde 2010 até 2014 o número de animais abandonados aumentou cerca de 41%. Em cada 5 animais, 4 são cães, 1 é gato. Nestes últimos anos houve um número crescente de famílias que deixaram de conseguir sustentar-se e aos seus animais de estimação e por isso, sem conseguirem procurar outras respostas encontram no abandono a solução.

Em 2015 o número de animais abandonados parece estar a baixar comparativamente aos últimos anos. Até Agosto foram recolhidos pelos centros de recolha municipais cerca de 1644 gatos. Mas existem muitos outros gatos abandonados de difícil contabilização a serem recolhidos por particulares e associações e o ano ainda não acabou.

A lei criada desde Outubro de 2014 pode ter contribuído ou não para a diminuição de animais abandonados. Os maus tratos infligidos a um animal doméstico passaram a constituir crime punível com dois anos de prisão. O abandono pode chegar aos seis meses de cadeia. Mas apesar das queixas existentes na GNR, apenas algumas dezenas são efectivamente consideradas práticas criminosas.

 

maria gata 3.jpg

Mas afinal porque existem tantos animais nas ruas?

Há muitas vezes dificuldades a nível municipal em controlar a população dos animais errantes.

Os gatos errantes não castrados, ou as gatas não esterilizadas reproduzem-se muito facilmente. Uma gata pode ter em média 12 gatinhos num ano, 3 partos por ano. Se procriar ao longo de toda a sua vida são mais de uma centena de gatinhos. Ainda que nem todos sobrevivam é um número demasiado elevado.

Do concelho de Cascais e particularmente na região de Carcavelos e São Domingos de Rana, chegam-me muitas vezes pedidos de resgate de animais de rua. Em zonas de vivendas ou em terrenos abandonados formam-se colónias de animais, em algumas situações criando problemas de saúde pública.

 

O que podes fazer para ajudar?

Se tens um gato ou uma gata que deixas ir à rua, esteriliza-os. Sem saberes podes estar a dar origem a muitas vidas na rua! Procura junto de associações ajuda, existem hoje em dia locais e veterinários que fazem a operação a preços mais em conta. Se de todo não tens dinheiro para fazê-lo, não os deixes ir para a rua.

Se queres ter um gatinho, é preferível adoptares a comprares. Existem muitos gatinhos a precisar de ajuda.

Se não podes ter um gatinho permanentemente, podes sempre acolher temporária e pontualmente.

Cada vez que uma pedra cai num lago formam-se ondas concêntricas que perduram até as perdermos de vista, movendo água, plantas e terra até às margens, até ao fundo do lago.

Miau! - vai dizer a Maria em sinal de agradecimento.

 

Ana, Cat sitter

Uma cat sitter, cuida de gatos de terceiros, por diferentes períodos de tempo, ao domicilio ou no seu próprio espaço. Para além dos cuidados essenciais, esta cuidadora partilha com os donos os seus conhecimentos em comportamento felino, a sua imensa estima por estes animais e o seu amor no ato de cuidar. Eis em primeira pessoa como tudo começou:

 

os gatos.jpg

 

 

 

"Sempre gostei muito de gatos, desde de pequena. Admirava a sua beleza, achava muito agradável fazer-lhes festas no pelo macio e gostava muito do jogo de tentar aproximar-me dos gatos mais ariscos.

Esta ligação aos gatos talvez possa ter começado com uma gatinha vadia chamada Fanny que vivia na minha praceta quando eu era criança. Ao longo da minha infância a gatinha ficou grávida muitas vezes, e nessas alturas muitas crianças que brincavam na rua, arranjavam uma casa para ela: uma caixa de cartão, uma arca velha que alguém deitava fora ou uma palete da fruta e lá dentro colocávamos uns panos velhos para ela e os seus gatinhos ficarem quentinhos. Escolhíamos um cantinho da praceta junto a um prédio ou à CRGE e observávamos com atenção todas as etapas. Quando nasciam pareciam uns ratinhos tão pequeninos, depois iam mamando e crescendo. Já não me recordo o que lhes acontecia quando se tornavam mais crescidos, mas sei que a Fanny viveu muitos anos connosco no nosso bairro.

Recordo-me de trazer vários gatinhos bébés para casa para tentar convencer os meus pais a ficarmos com um, mas nunca tive essa sorte.

Admirei muito esta gatinha meia branca meia tigrada, muito afável que me dava marradinhas e que todos alimentávamos com os restos de comida que tínhamos. Às vezes eu roubava lá em casa um pouquinho de leite ou de queijo para lhe dar. Era uma gata muito corajosa e meiga.

Quando eu ia de férias visitar a minha tia que sempre teve gatos numa aldeia do concelho de Góis, eu ansiava chegar a sua casa para poder estar perto destes bichinhos e interagir com eles.

Na rua todos os gatinhos que fui vendo, captaram a minha atenção e penso que eu a deles, pois muitos deles vinham ter comigo sem que eu fizesse grande esforço. E ainda hoje é assim. Gosto de conhecer cada um e não me canso de fazer-lhes festas e admirar a sua capacidade de viverem o momento presente, de comunicarem com os humanos e de se adaptarem.

Cruzei-me com muitos outros gatinhos que os meus amigos tinham. Quando me mudei para a minha própria casa, aconteceu muitas vezes pessoas amigas pedirem-me para cuidar dos seus miaus.

Recordo-me de dizer quando era criança que queria ser médica veterinária, mas o caminho profissional levou-me para outros lados, para me fazer voltar todos estes anos mais tarde e reconhecer este imenso gosto por estes bichinhos e querer trabalhar de um modo oficial e regular com eles , como cat sitter. Função que acumulo com a de formadora e gestora de projetos sociais e de negócios online.

Sendo uma autodidata no que diz respeito à investigação do comportamento dos gatos domésticos, tenho há cerca de um ano o meu próprio serviço de cat sitting ao domicilio e no meu próprio espaço. Veja melhor como funciona em: http://ajudanahora.com/cat-sitting/

Conto já com uma pequena rede de clientes habituais que podem dar referências sobre o meu serviço como Cat sitter.

Terei muito gosto em cuidar d@ seu/sua gat@."

lord e cat sitter 3.jpg